segunda-feira, 8 de junho de 2015

POEMA DO FUTURO CIDADÃO [José Craveirinha]

de uma nação que ainda não existe.
Vim e estou aqui!

Não nasci apenas eu
nem tu nem outro...
mas irmão.
Mas
tenho amor para dar às mãos-cheias.
Amor do que sou
e nada mais.

E
tenho no coração
gritos que não são meus somente
porque venho de um País que ainda não existe.

Ah! Tenho meu Amor a todos para dar
do que sou.
Eu!
Homem qualquer
cidadão de uma Nação que ainda não existe.


.......................................





JOSÉ CRAVEIRINHA [1926-2002 | Moçambique] Nasceu em Lourenço Marques (atual Maputo), Moçambique. Faleceu em Joanesburgo, a 06 de fevereiro de 2003. Foi poeta da resistência no tempo colonial, pelo que foi preso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com sentimento sincero e responsabilidade, fique à vontade para comentar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...