terça-feira, 16 de abril de 2013

PRETEXTO (Kelson Oliveira)


The Moon – Parker The Photographer



A lua cheia deixou
por esquecimento ou por pretexto
seu noturno pote de farinha
no canto de meu quarto.
E eu o escondi
com uma manha de feitiço
embaixo de minha cama.
Quando ela se lembra
de vir buscá-lo
me planejo:
beijo seus olhos de Mona Lisa
faço promessas telúricas
até ofereço outros céus.
No início sempre se esquiva,
joga charme, pergunta pelo potinho.
Mas depois, esquece…
Sua boca vira quarto crescente,
rasga fora seu branco vestido de noiva
e derrama sobre minha cama
sua enigmática luz própria.




* Leia também DESCARTES E A PAIXÃO
______________
Kelson Oliveira [editor de Kaya] é poeta. Nascido e crescido entre caramujos, brisas, areais e outras sutis vidas do rio Jaguaribe, traz em sua escrita o voo das borboletas e o dourado do sol das tardes quentes de sua terra. É autor de Quando as Letras Têm a Cor do Sonho [2006],Para comover borboletas [7 Letras, 2010], dentre outros. Atualmente, faz doutorado em Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com sentimento sincero e responsabilidade, fique à vontade para comentar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...